10/05/2015

Home Sweet Home

Há quase três anos que estou em Inglaterra.
Adoro viver aqui.
Quando vou a Portugal também gosto cada vez mais do nosso país.
Pensei que com o passar do tempo se tornasse mais fácil.
Pensei que se tornasse simples de gerir emocionalmente as idas a Portugal de férias e o regresso para o país onde escolhi viver agora.
Mas acho que por mais tempo que passe, durante a viagem de regresso e o dia seguinte, sinto-me sempre com um pé cá e outro lá.
Não sei bem onde pertenço, porque metade de mim continua aqui.
Metade de mim quer voltar.
Amanhã provavelmente tudo vai voltar a fazer sentido.
Porque é no sentido que encontramos os passos certos.


Sem comentários: