17/07/2013

Aveiro




A praia da Barra.
Sentar-me na areia ao fim da tarde, o som de ondas pequenas a rebentar.
Silêncio interior. Paz.
Ficar até tarde na varanda a conversar. No escuro da noite e na luz da alma.
Não importa que tenha sido recebida por um dia cinzento, o mais importante é que me sinto em casa.
O ar que respiro faz-me sentir em casa.
Família por perto, corações cheios.







3 comentários:

Isabel de Guimarães disse...

Estive em Aveiro em 2010, para umas mini-férias, e ficou-me no coração :)

Diana A. disse...

Conheceu a Costa Nova? aquela zona das casas às riscas junto à praia? eu adoro, acho que era capaz de lá viver :)

Isabel de Guimarães disse...

Conheci! Adoro :)