17/02/2014

Tudo a seu tempo

"Tudo a seu tempo."
O meu pai disse-me algo assim e fiquei com essa frase na cabeça.
Liguei-lhe depois do trabalho, enquanto vinha no autocarro a caminho de casa.
Gosto de preencher a quase meia-hora que faço duas vezes por dia de autocarro, a ler ou a falar com a minha família.

Tudo a seu tempo... porque às vezes a vida simplesmente muda e temos que nos adaptar.
É bom ver exemplos de flexibilidade para com a vida.
Às vezes não dá para remar contra a maré.
Especialmente se se tratar de um assunto delicado como a saúde.

A flexibilidade é algo que se aprende.
Acho que de tanto sonhar e planear coisas, me habituei a ter que ajustar metas e direcções.
Não me importo se não realizar todos os meus sonhos, mas preciso de continuar a tê-los e de me focar em metas todos os dias.

Com os sonhos vem o entusiasmo.
Com a saudade, valorizam-se pequenas coisas.
Soube mesmo bem aquele telefonema...em que ia arrastando os assuntos pela vontade de estar perto, pelo aconchego de o ouvir falar.




2 comentários:

Maga Rosa disse...

"O sonho comanda a vida..."
(Pedra filosofal, de António Gedeão)

Cesaltina Alves disse...

Nunca deixes de sonhar! Bjs